Notas não aleatórias

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Arquivo para o mês “janeiro, 2013”

E se o mundo acabou?

Vale a pena postar aqui?
Será que vão ler?
Será que vão se importar?
Será que vai fazer diferença?

Será? Será? Será?
Eu sei que há quem curta, sem ler até o fim…
Eu sei que há quem leia e acha bobagem…

E há, claro, quem leia, curta, comente e identifique-se.
Vez ou outra, ler postagens de amigos que não vemos há tempos dá saudades e nos aproxima de épocas remotas e queridas

Mas sei que há também alguém que lê, furtivamente. Gosta e talvez, até, quem sabe, dê um sorriso largo e sincero enquanto cada palavra entra em consonância com seus próprios pensamentos.

Mesmo gostando, não curte, não compartilha. Não se compromente? Por quê?

Não sei. Acho graça. Acho até simpático. Palavras ao vivo que se acanham no mundo escrito, para todos. Eu? Me comprometo sempre. Todos os dias, quando acordo.

Acho que no ano de 2012 mostrei esta face: meu compromisso é comigo, com a minha felicidade – sem egoísmos, mas com muita sinceridade.

Minha meta em 2012 eu cumpri: fui feliz, beijei, viajei, escrevi, abracei, bebi, recebi e fiz cafuné. Fui à praia, bebi cerveja, conheci gentes, famílias, amores novos e revi amores antigos, eternos. Amizades sem fim, olhares que dizem tudo, por trás de palavras comedidas.

Olhares e sorrisos que acolhem, seduzem, proporcionam alegrias e saudades.
Saudades? Sim, sinto muitas, o tempo inteiro.
Compromisso? Comigo mesma e com qualquer pessoa amiga disposta a ter momentos de alegria plena, sincera, sem medo ou vergonha.
Felicidade: Sempre! =)

Update: palavras escritas em 20 de dezembro, no auge da falácia. Postadas só no mês seguinte, porque… bem, por ser a data que fiz o blog… 🙂

Navegação de Posts

Caderninho de Ideias

Pra escrever o que eu acho sobre tudo que gosto!

TROVANDO ideias

TROVANDO ideias

cozinha pra machos

todo mundo pode cozinhar

Escreva Lola Escreva

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Ecce Medicus

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Blog do Sakamoto

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

%d blogueiros gostam disto: