Notas não aleatórias

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Cultivar o mundano…

Vá!
Brilha, brilha, pois és a única estrela.
Nos ofusca pela perfeição
Se distancia com tua iluminada trajetória
De gloriosos feitos!

Leva, ao caminhar,
Tua arrogância,
Esnobe e vulgar.
Só não esqueça
Que longas jornadas
podem ser perfeitas,
Mas solitárias…

Por aqui, seguimos cultivando o mundano
Cheio de miudezas feias
Rugas, solavancos, tropeços…
Amamos cada um deles
E nos aproximamos mais por isso.
Amo todos os nossos defeitinhos incorrigíveis
E amo todos que os conhecem nos detalhes
E seguem lutando, na rotina
para que os brilhos sejam conjuntos!

vida plena

Navegação de Post Único

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Caderninho de Ideias

Pra escrever o que eu acho sobre tudo que gosto

TROVANDO ideias

TROVANDO ideias

cozinha pra machos

todo mundo pode cozinhar

Escreva Lola Escreva

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Ecce Medicus

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Blog do Sakamoto

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

%d blogueiros gostam disto: