Notas não aleatórias

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Observação do Céu – Parte 3

Cena 3
É geral, de Idosos de bengala (alguns com muita dificuldade de enxergar), a jovens, adultos e… Crianças!
Ah! As crianças… Os professores levantam uma por uma para que elas consigam ver no telescópio… Eu observava a cena… O professor pergunta:
– Conseguiu observar? Viu? E agora, conseguiu? – era difícil para quem segurava a criança, conseguir saber se já havia visualizado ou não. Criança no colo, concentração para deixá-la na melhor posição possível para ficar próximo ao telescópio, sem se apoiar, sem mexer em tudo, peso, suor, calor. Tudo pelo o que eu via a seguir:
Enquanto o professor segura a criança, o rosto dela fica sério, compenetrado. De repente, não mais do que de repente, se abre… Um grande, enorme, ILUMINADO sorriso.
Aquele encantamento que só quem já viu o céu pode ter… E eu dizia: sim, ela viu!
O professor coloca a criança no chão, e ela fica ao lado do telescópio, olhando Vênus no céu… Segue encantada.
– Gostaste do que viste?
– Sim tia! Muito! Quando eu for grande, vou pedir pro meu pai comprar um foguete prá mim! Eu vou dirigir foguete prá visitar o céu lá em cima. Vou visitar os planetas!
– Sério? Que legal! Vais visitar o planeta que viste hoje então?
– Sim! Vou abanar lá de cima, ver a Terra de longe e o planeta de pertinho…

01 copy
Fotografia de Alex Barbão, da observação do céu

Navegação de Post Único

5 opiniões sobre “Observação do Céu – Parte 3

  1. Mas o que seria a lua,
    tão bela figura que brilha no céu com tanta formosura,

    Até os mais rudes param para olhar
    tamanha beleza assim é impossível não admirar.

    Mas oque seria a lua, que transforma a noite triste e escura,
    em alegre e bonita quando aparece a brilhar, parecendo uma pintura.

    Quando ela aparece toda cheia, encanta ainda mais
    As horas passam, eu a admiro e me sinto em paz.

    Quem nunca parou para observar, ainda não sabe oque é se encantar
    pois quando você olha para ela, o maior risco que você tem é o de se apaixonar.

    Oksana Ap. de Lara Hungaro.

  2. Que lindo Oksana!!!

    🙂 Obrigada por compartilhar!!!

    Posso colocar a tua poesia como post? Aí coloco tua foto no evento também!
    Tudo com os devidos créditos, claro!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Caderninho de Ideias

Pra escrever o que eu acho sobre tudo que gosto!

TROVANDO ideias

TROVANDO ideias

cozinha pra machos

todo mundo pode cozinhar

Escreva Lola Escreva

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Ecce Medicus

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Blog do Sakamoto

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

%d blogueiros gostam disto: