Notas não aleatórias

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Natureza urbana

De asas expostas
Em um raio de sol
Em um dia cinza
Cenas descobertas

Natureza urbana
Mais um dia comum
Trânsito e Barulho
Rostos Cansados
Amanhece em São Paulo
Verdes enquadrados
Carros blindados

Entre o mar de asfalto
Um outdoor vermelho
E nele: um ornamento
Enorme, estático
Naquele raio de sol
De um dia cinza
Com as asas abertas

Um grande urubu
Que mostra a vida
Que batalha na cidade de pedra
Pega sol, em silêncio
E, como nós, aguarda o novo dia

Nos misturamos no ambiente
Planejado, áspero, insípido
Resistências à urbanidade
Resiliências do que restou de vivo
Nas possibilidades do cotidiano
Aguardamos mais um dia
De desgaste, aslfato e ruído

Navegação de Post Único

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Caderninho de Ideias

Pra escrever o que eu acho sobre tudo que gosto

TROVANDO ideias

TROVANDO ideias

cozinha pra machos

todo mundo pode cozinhar

Escreva Lola Escreva

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Ecce Medicus

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Blog do Sakamoto

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

%d blogueiros gostam disto: