Notas não aleatórias

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Se me perco…

Se me perco em um sorriso
Em um olhar
Em um abraço
Me encontro no instante
Da conversa sincera
Da amizade nova
que não é pouca
De uma cumplicidade inusitada
Uma parceria declarada
Em um carinho
Que se faz presente
Que a distância pode afastar
Do corpo, dos olhos, das horas
Mas nunca da lembrança ou do coração
Pois parte de mim é saudade
Outra parte, fugaz vontade
Eu? Inteira? (in)Sa-ni-da-de

Navegação de Post Único

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Caderninho de Ideias

Pra escrever o que eu acho sobre tudo que gosto

TROVANDO ideias

TROVANDO ideias

cozinha pra machos

todo mundo pode cozinhar

Escreva Lola Escreva

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Ecce Medicus

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Blog do Sakamoto

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

%d blogueiros gostam disto: