Notas não aleatórias

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Da timidez

“És tímida
Mas fala tudo”

De longe, escondida
Será, assim, mais fácil?
Mensagem remetida
Palavras que não querem aguardar

Mas é grande a curiosidade
De ver e estar
O que proporciona a leitura?
Lágrimas, risadas, ternura?

Distante, aquieto a saudade
De viver teu sorriso
De amar em liberdade

E pode ímpeto esperar?
E deve a inspiração calar?
E tem, a timidez, lugar?

Navegação de Post Único

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Caderninho de Ideias

Pra escrever o que eu acho sobre tudo que gosto

TROVANDO ideias

TROVANDO ideias

cozinha pra machos

todo mundo pode cozinhar

Escreva Lola Escreva

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Ecce Medicus

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Blog do Sakamoto

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

%d blogueiros gostam disto: