Notas não aleatórias

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Meu pai

Pois enquanto eu faço um tanto
Tu fazes um tanto outro
Em exemplos simples
Em experiências da vida
Conversas, passeios e poesia

E, assim, trazes, mostras e ensinas
Um tantinho de alegria
Nas implicâncias no dia a dia
Um tantinho de pesar
Na preocupação do conjunto
Uma humildade linda
Na admissão de erros humanos
Uma busca constante
Na construção dos nossos sonhos

Nem sempre simples
Nem claro esse contrato
Nem sorrindo toda vida
Nem chorando todo o tempo
O que é certo é que a distância
É espaço inexistente
É tempo contado
Para o próximo encontro
O próximo abraço

Com amor, para ti, meu pai

1238385_577429605650725_805016078_n

Navegação de Post Único

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Caderninho de Ideias

Pra escrever o que eu acho sobre tudo que gosto

TROVANDO ideias

TROVANDO ideias

cozinha pra machos

todo mundo pode cozinhar

Escreva Lola Escreva

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Ecce Medicus

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Blog do Sakamoto

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

%d blogueiros gostam disto: