Notas não aleatórias

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Dos gostares

Sinto com intensidade
Expondo jeitos de ser
Afirmo, comunico
Na timidez cotidiana
Com palavras inspiradas
Em surtos poéticos

– Me amas tanto assim?

Talvez… Talvez, entretanto,
Ame escrever sobre amor e saudades
Ame reconhecer detalhes mínimos
Que encantam na miudeza
Por cada desleixo e capricho

Aprecio o tempo, que para,
Quando palavras te descrevem
Em ecos do pensamento
Instantes de sentimento

Gosto com voracidade
Falo o tempo inteiro
Extravaso no verso
Que remeto a ti
Poesias que falam de mim
(Sim, por gostar, porque não?)

Navegação de Post Único

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Caderninho de Ideias

Pra escrever o que eu acho sobre tudo que gosto

TROVANDO ideias

TROVANDO ideias

cozinha pra machos

todo mundo pode cozinhar

Escreva Lola Escreva

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Ecce Medicus

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Blog do Sakamoto

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

%d blogueiros gostam disto: