Notas não aleatórias

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Dia Nacional da Poesia

A todos os amantes
Do pranto exagerado
Do riso escrachado
Da leveza sem amor
Da brisa suave
De bolinho de Chuva
Na casa da avó
Do cafuné pretensioso
No sábado preguiçoso

A todos, que amam o intenso, desejo
Das letras mais que um verso
Das palavras mais que um poema
Da vida, instantes de poesia

Navegação de Post Único

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Caderninho de Ideias

Pra escrever o que eu acho sobre tudo que gosto!

TROVANDO ideias

TROVANDO ideias

cozinha pra machos

todo mundo pode cozinhar

Escreva Lola Escreva

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Ecce Medicus

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Blog do Sakamoto

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

%d blogueiros gostam disto: