Notas não aleatórias

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Recortes de um jardim

Recortes de um pedacinho de um jardim ‘descuidado’
Descuidado? Sujo e abandonado! Cheio de mato e capim!
Cheio de vida, de vontade, de saber, de sabor, de cor.
Cheio de querer ser e viver o que é!

Descuido é o excesso de assepsia, que dilacera
O voo distraído de uns, o caminhar apressado de outros.
Alguns ainda, aguardam em suas ardilosas armadilhas
Cuidado é colorido livre, pólen ao vento, diversidade no ar
Recortes de pedaços de um mato, em espaço cheio de si

Aguardo, paciente #mato #jardim #alegriaalegria

Aguardo, paciente
#mato
#jardim
#alegriaalegria

Navegação de Post Único

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Caderninho de Ideias

Pra escrever o que eu acho sobre tudo que gosto

TROVANDO ideias

TROVANDO ideias

cozinha pra machos

todo mundo pode cozinhar

Escreva Lola Escreva

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Ecce Medicus

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Blog do Sakamoto

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

%d blogueiros gostam disto: