Notas não aleatórias

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Meu mundo (por mim, por outros)

Vomita a indignação
Das possibilidades de vida
De uma política ensandecida
Da falta de inspiração
Pelo cansaço do discurso
Fadado à constância
Fardado para a luta

Brado, grito, choro, pulo
Mas não, não silencio!
Meu mundo é do ruído
Minha gana é por um mundo
Que é de Anas, de Marias, de Miwas
De Pedros, de Carlos, de Joãos,
De Rosas, Margaridas, Lírios e Ipês
De uns, de outros, de todos
Que lutam ao lado ou não

Minha gana é pelo mundo
Meu voto é meu, e é por ti
por nós, por todos. É meu, é público
Dedicado e interessado. Declarado
Mas crítico e não cego. Pronto para seguir
No murro, na luta e nunca parar

Só subo no muro se for para ver
Mais longe e buscar mais mundo
Mais gente com vontade, insanidade
Mais fôlego de te perceber, também,
Com gana, de mais querer.

8672515880_7b6dac4ed9_o

Navegação de Post Único

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Caderninho de Ideias

Pra escrever o que eu acho sobre tudo que gosto

TROVANDO ideias

TROVANDO ideias

cozinha pra machos

todo mundo pode cozinhar

Escreva Lola Escreva

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Ecce Medicus

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Blog do Sakamoto

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

%d blogueiros gostam disto: