Notas não aleatórias

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Tardes amenas em dias de sol

Detalhes soltos em momentos precisos:
Músicas que ressoam no espaço
Tempo que voa brisando suave
Vadiagem que se instala sem culpa
Risadas que se espalham pelo quarto

Detalhes inesperados em momentos dispersos:
Descobrir que o sorriso era apenas a minúcia
A calma, um apetrecho da preguiça que preenche o dia
Em uma inebriante inércia distraída e cheia de vontade
Viver sem pressa o início do fim de um tempo, sorrindo intensamente

Y Yo? Admiro a la vista mientras saboreo Buenos Aires

Admiro a vista

Admiro a vista

Navegação de Post Único

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Caderninho de Ideias

Pra escrever o que eu acho sobre tudo que gosto!

TROVANDO ideias

TROVANDO ideias

cozinha pra machos

todo mundo pode cozinhar

Escreva Lola Escreva

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Ecce Medicus

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Blog do Sakamoto

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

%d blogueiros gostam disto: