Notas não aleatórias

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Efêmero

Vês no efêmero a beleza?
Insana potência do efêmero
que transborda e passa…

O sorriso sincero e tímido do rapaz
As crianças correndo na rua
A folha seca em meio a grama verde
O louva-a-deus despreocupado se alimentando
A felicidade do encontro naquela festa
O sol que se despede atrás do rio

Insana potência do efêmero!
Delicadeza cotidiana, que passaria silenciosa
não fosse a estranha ânsia desses sujeitos
que fazem, dos instantes,
poesias registradas em luz e sombra.

Sobre sumir dentro de si e ter só efêmeros instantes <3

Sobre sumir dentro de si
e ter só efêmeros instantes ❤

Feliz dia Mundial da Fotografia

Navegação de Post Único

2 opiniões sobre “Efêmero

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

caderninhodeideias.wordpress.com/

Pra escrever o que eu acho sobre tudo que gosto!

TROVANDO ideias

TROVANDO ideias

cozinha pra machos

todo mundo pode cozinhar

Escreva Lola Escreva

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Ecce Medicus

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Blog do Sakamoto

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

%d blogueiros gostam disto: