Notas não aleatórias

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Arquivo para o mês “novembro, 2015”

Sem moral, nem bom costume

e cada vez
que eu me encontrar assim
de novo e de novo
descreverei meu gostar
com a entrega habitual
sem silêncio
sem moral
nem bom costume
Gosto e pronto

Sempre tenha contigo
que minha vontade de ti(go)
é detalhe salivado
em verso e palavra
enquanto tu existires no [meu] corpo
como aquele hematoma [que anseio e espero]
como lembrança do sorriso [que teimo em insistir]
como querer – só querer [repetição do desejo, de novo]

[existência tem fim]

#SobreExistir

#SobreExistir

Sobre o amor e outras falsas verdades

Naturaliza o silêncio
Os passos do rubor
Da palavra mal dita
Do suor sem vontade
Do sim sem verdade
Insosso cotidiano
Costumeiro, acostumado
Invade a vida, senta na cadeira
E fica ali, acumulando: pó
E quando sai, sacode
Em cinco linhas, sem frases, sem fala, nem coragem
Se espanta com o sorriso do alívio, do outro
Depois da tempestade

Ardor intenso no sábado à tarde
Fome eterna sem saciedade
Maldita? Pele, barba, sorriso
Arranha, ri, morde, goza
G A R G A L H A
E nos dias cinzas, colore a vida
E sabe suportar, em silêncio ou aos brados
Intempéries de tristeza e sanidade
Ou instantes de voraz alegria
Deleita-se com a feliz conquista, do outro
Só pelo outro ser o outro,
E, simultaneamente, nós
Tempestade.

Sobre o Amor
Insano e fugaz, eterno
Espinho e Adverso
Desordeiro
Querer

E tu? Sai ou Fica?

Sobre o amor e seus espinhos (Trecho de pintura de Olga Costa, artista plástica alemã, nacionalizada Mexicana. Atualmente em exposição no Instituto Tomi Ohtake/SP - Frida Kahlo - conexões mulheres surrealistas no México)

Sobre o amor e seus espinhos
(Trecho de pintura de Olga Costa, artista plástica alemã, nacionalizada Mexicana. Atualmente em exposição no Instituto Tomi Ohtake/SP – Frida Kahlo – conexões mulheres surrealistas no México)

Libertina Poesia

É que no fundo as tais palavras vêm e te invadem…

C
A
T
A
R
S
E
[concentra]
respira
respira
respira
liberta
libertina
escrita
escarrada
declarada:
P O E S I A
#catarse

#catarse

Frases da Semana LX

Semaninha boa, engraçada e com boas declarações 🙂
Precisa mais?
– ah mano, que mané me conhecer!
– quer me conhecer, come logo!
– Exato!
… 
– Tô tão ansiosa pra tua mudança que parece conquista minha! :3
– ❤ 
… 
– a gente é podre igual, credo! kkkkkkk
– cara, a gente nasceu pra viver junto ❤
– hauhauahuahau, eu vi a foto e salivei!
– ganhei bom dia e to na cama ainda. Como é que sai daqui?
– hahahahaha eu só saí pq tava atrasada!
… 
– Pode fazer três dancinhas e dar três pulinhos?
– Pode só duas vezes, pelo último pode não. kkkkkkk
… 
– To na dominicana ainda, acredita?
– se tem coisa que eu acredito é que ir para aí é desculpa para nunca mais voltar!
– kkkkkkk. Vem para cá!
– Olha é um belo convite…
– Se ficasse na praia eu te convidava mesmo, mas to no meio do nada.
– Vou pra férias na praia e tu me visita na folga :p
– kkkkk fico no meio da ilha e não tenho nada pra fazer!
– tadinho dele </3
– Podia vir mesmo né
– O moleque querendo me convidar prá praia…
– kkkkkk
– Amador. hahahahaahhaha
… 
– hmm agora to me sentindo um modelo!
– hahahhaha besta,vou tirar foto do teu lanche
– Ah! Aí não!
– posso tirar uma de ti comendo também, se te fizer feliz!
– Eba! 
– mas tem que ser com a barba bonitinha!
– tem que tirar a foto com a barba cheia de maionese! todo babado!
– Feito!
… 
– Bah! Agora lembrei, vi umas fotos em um grupo que participo, e lembrei de ti!
– Fotos eróticas em PB? Eu gosto destas fotos…
– aahahah sim.
– hahahaha sério? Mentira?
– kkkkk falou brinqs e era sério!
– isso! fiquei de cara com isso.
… 
– Tu és mala né?
– Tu ADORA
– Adoro nada, eu amo. essa é a merda
Captura de Tela 2015-09-01 às 17.21.57
– hahahahahaha
… 
[conversa de grupo]
– viste que ele perdeu todos os contatos e NÃO SABE DE COR NOSSO NÚMERO? Tô decepcionada contigo.
– Ala. O drama
– perdeu? como é?
– Perdeu nosso contato. Simples assim.
– O de vcs não.
– 😡
– Ahhhh para né migas?
– Mas é isso, se a agenda dele apaga nunca mais ele nos procura. Pq?
– hahahahaha
– afff
– Eu já tinha feito o de vcs. O de vcs é o primeiro que eu adicionei, sabia?, pq o meu novo celular ta marcando o número de vcs gatas, gatas, gateaaaas. Então pessoal de grupo eu consegui salvar, mas tem uns gatos pingados que eu não tenho, entendeu? Pô, para de drama, Ana! Cadê o fulano? Foi para o MT não?
– ❤ ❤ ❤
– Ele tem que jogar na minha cara meu peguete marcha lenta.
… 
[conversa de grupo]
– Muito feliz de saber disso! Muito mesmo
– ❤
– Então tá, vou mandar o fulano deixar de ser besta e aí podemos sair de baladinha de casal alcoólatras, que achas?
– Ele sabe que tu namoras ele?
– ele não tem como saber de algo que não acontece. A única pessoa que acha que a gente namora és tu.
– Gente me senti um pouco estranha por não estar apaixonada.
– pq?
– foi no sentido de não saber o que dizer, já que vcs estão apaixonados e eu não.
– hahahahaha. Só diz: afffff como vcs são bregas hein? pqp
… 
[conversa de grupo]
– Olha, tudo indica que ele não presta
– E eu lá quero que preste?
– (ou seja, é bom)
– HAAHAHAHHAHA
– Exato.
– Quero pegar e usar
– ahhaahhahaha
– e abusar
– E vc tá em dúvida de que ele quer seu corpo (com olho e tudo?).
[conversa de grupo]
– Gente to grávida de 8 meses, vou pq jamais perderia esse encontro!!!
– oito meses já!
– Estou de 7
– Eu to de nenhum gente…
– pelo tamanho da minha barriga, vcs pensariam que estou com 7 tb!
– hahahahaha
(…)
– Nem filhos, nem cachorros. Vou até ali na agência de viagens comprar uma volta ao mundo, posso?
– Tamo junto!
– Pode! Deve, eu diria… 
– 😉
– Meu problema é que não sei se quero mais marido. E aí pra ter filho com alguém tem que, né, ser bem bonito. já que não vai contribuir com o restante da situação.
– kkkkkkk
– Eu acho digno! Entendo e apoio, viajar é uma das melhores coisas da vida.
– Eu vou adotar. Assim fico só com o melhor do sexo e o melhor da criação. Não preciso passar pela gestação burocrática e hormonalmente maluca com essa idade.
– hhahahaahhahahaahhahaha. Tem gente que não muda né Aninha?
– hahahahahahaha. Sou prática.
– A menina sou eu, o menino meu marido.
– Tá certo! Felicidade é alcançar objetivo! Viajar o mundo é ótimo, diria eu. [Esse aí só lembra dos meus piores momentos da escola]
– hahahahaha. Sinta-se feliz por não passar despercebida pelo colégio…
– o.O 
… 
– pra tu veres como moras no meu coraçãozinho
– nunca duvidei… você está sempre firme frente a minha postura (quase relapsa), frente a nossa amizade
– “quase relapsa”. QUASE, diz o garoto. E ela gargalhou alto na cozinha… Pensando…
– : |
– “quase… é um babaca” hahahahahahaha
– hahahaha! Porra.
– Mas é, se o amor fosse esperto, tu tinhas perdido um dos melhores da tua vida (eu). E eu teria perdido grandes narrativas insanas enquanto de fato gargalho na cozinha.
– hahhahaha. Ana, vc é engra.
#EuMeEncontro

#EuMeEncontro

Notas sobre insistências e a amizade

– Quase relapso (escreve o garoto)
Ela sorri, enquanto lê num sussurro.
Segundos antes de responder, solta uma gargalhada alta, dessas que ecoam dentro de nós, antes de se libertarem aos brados [até que todos os vizinhos, mais uma vez, a tomem como maluca por rir sozinha assim]. E, finalmente, escreve de volta, o óbvio:
– “Quase”, diz o garoto. Que babaca.
Nem bem leu a réplica dele, ela já declarava:
– Ainda bem que o amor não é esperto. Se assim fosse perderias um dos melhores da tua vida (eu, no caso).
– hahaha.

Nesses momentos, a garota sempre lembrava de um café a toa, em um desses dias que deviam ser banais. Mas eis que banalidade nunca fora o que os regeu, desde que o ímpeto de respondê-la pela primeira vez o acometeu. E antes disso, desde que uma foto (sua preferida), com olhar perdido e cansado a instigou a escrever uma poesia sobre suas não-respostas. E na frugalidade perdida em uma tarde de longa e sincera conversa, esse mesmo garoto proferiu audivelmente, dando a pauta por encerrada: obrigado por não ter desistido de mim.

Dizem por aí que ele saca o [péssimo] humor dela pelo teor de rabugice dos caracteres de um compacto twitter. Como também há relatos de que ela percebe em nuances mínimas das músicas que ele escuta, o que se passa naquele confuso (sim senhor! bem confuso…) modo de lidar com os sentimentos. 
É fato que ela as vezes se cansava dos períodos de silêncio impostos pelo rapaz. Um babaca, dizia ela sempre [e embora negasse de pé junto, era complacente o suficiente nessas situações, no fundo ela sempre soube aguardar os tempos de fala necessários de cada um – especialmente quando ela sabe que vale a pena. E ele valia].
Ele ria ao ser chamado de babaca, toda vez e fingia achar ruim em exclamações e feições de falsa tristeza. [talvez devolvesse, como uma gentileza, a complacência com uma paciência rara, por saber da ansiedade sinestésica da garota – e ele era especialista em captar detalhes fantásticos das pessoas e transformar isso em arte, ou amizade… Especialmente quando valia a pena. E ela valia]. 
Quem liga? A amizade e o gostar nunca andaram ao lado da sanidade [e ambos sabiam disso…].
"Vi e lembrei de ti" : )

“Vi e lembrei de ti”
: )

Com teu sabor

Eu me demoraria dias em ti
com
teu
sabor
desoriento o senso
encontro fundamento
perverto segundos
degusto desrazão
e quero
(só)
rir

Eu me demoraria dias em ti
com
meu
saber
desatinos da vida
anseio sem acaso
insanidade e vontade
privação de sentidos
e querer
(com)
ti
go

Só.

07 copy

Frases da Semana LIX

Depois de algumas semanas de ausência, eis que ressurge o post Frases 🙂

[conversa de grupo]
– Será demais! Eu tô ansiosa!
– Eu também to ansiosa! Precisa fazer dieta para ir pra festa?
– Só se for para beber todas!
– Então amanhã! Juro 😡 Mentira! Comecei semana passada já!
– Aeeeeeee
– kkkkkkkkk
– Eu também Aninha! Já perdi 7 dias e um óculos.
– Boa!
– Chegarei enorme mesmo!
– Eu perdi uma caixa de cerveja já. Mas cerveja é cevada, que é vegetal, portanto…
– Salada! kkkkkkk

[conversa de grupo]
– Ai gente, eu não conheço quase ninguém. kkkkk Aqui rolou concentração de gente conhecida :p Lá posso falar bobagem mais anonimamente! Não! Pera…
– Eu também não conheço todos, mas me divirto mesmo assim! rsrsrsrs
– hahahhahahha Aninha, querida, vc não lembra de ninguém, mas todo mundo te conhece. Siga sendo vc kkkkkkkk
– hahahahahahahahahahahahahahaha PORRA! Isso quer dizer o q?
– É isso, não conheço/lembro. Isso quer dizer o que eu disse. kkkkkk. Não tem essa de anonimato não!

[conversa de grupo]
– 1h12 da manhã. 0h12 no MT e sem minha MSG de aniversário da minha bff. Só avisando.
– hahahahahahah Drhama.
– Só avisando. 2h17 ou 1h17… e sem feliz aniversário.
– hahahahahhahaha. Ela tá te castigando.
– Pq??
– Ué, sei não. rsrsrs. Ela deve ter dormido cedo chuchu
– Ela sofreu uma desilusão amorosa
[enquanto a fofoca corre, a bff tava fazendo texto bonitinho – e nem like ganhou…]
– Corre na tua timeline, vi um negócio lá.

– A pedidos: vai à merrrrrdaaa
– Me xingando de graça. Ta me xingando de graça. Tá me xingando. Me xingando de graça. Você falou que ia me mandar esse áudio há 3 horas atrás, essa internet é meio lenta aí né Ana? eeeeeeeeeeeeeeeeee, Goiânia…
– Goiânia é teu cu
– Ta mto rude. Mto hostil.

[conversa de grupo]
– Toma tenência ok?
– ué pq?
– Ciúmes
– Ah, eu tô até agora em prantos pq vc tá namorando. Vc pode aguentar um flerte
– vc em prantos? Tava agarrando outro ontem
– hahahahaha. Eu sofro transando.
– Vixiiii ouvindo raça negra de fundo?
– Aí num dá né. credoo
– Eu sofro transando foi foda.
– hahahahaha
– Aquela lágrima escorrendo no canto do olho… Olhando pro nada, lembrando de alguém, lembrando de algo que teve, ou lembrando da expectativa que criou e o cara lá…
– pois é, triste isso né?
– Poxa…
– AHUSHAUSHUAHSUAHSUHUSA Depois eu faço drama

[conversa de grupo]
– mas eu senti um leve ciúme
– Como assim? A Ana fica só de olho na conversa, ela ta observando pra ver se vamos para os frases. É hora! É A HORA!
– HAHAHAHAHAHAHAHAHAHA
– Foi um ciúmes egoísta assim
– Egoísta nada, auto-altruísta
– hahahahahahahahahha
– completamente diferente!

[conversa de grupo]
– depositei! Confere lá
– tu te deu um desconto de 12,50… Senão tivesse vomitado eu deixava.
– hahahaah ok! Eu pago, não sabia o valor.
– Cobra duas dela!!! E me passa
– Aham!
– Comissão samu
– Concordo!
– “To de boa!”, “Me larga”, bloft!
– pode ser, pago. Pq por enquanto to rica msm.
– Com o troco tu compra frexeneit e não convida a outra…
– ha ha ha vcs são engraçadas :/
– hahaha SOmos!
– Se Fudê! Eu tive crasse, saí antes, vomitei na cluch, sem ninguém ver. Vai me convidar sim! Ana, quando tu vem de novo? Vamos encomendar umas pizzas e beber! (cerveja, please!)
– Ai gente, vomitei… quem nunca. E digo mais: não será a última vez que isso aconteceu!
– Não né!
– Quanto ao tombo…
– de cara nunca!
– Tava falando do vômito…
– Eu não vomitava fazia uns 15 anos, cair uns 30

[conversa de grupo]
– vamos todas nos ver em fevereiro, please? Todas e SP em fevereiro! Seeee nhooor
– Acho super digno!!!
– SP vai ser pequena!!! – Só se for para comemorar meu aniversário!
– Exibida
– To monitorando!
– Fulando me disponibilizou a casa dele! kkkkk
– Ele beija bem e é mais legal ao vivo!
– Ele quer comer todo mundo!
– Eu sei! kkkkk

[conversa de grupo]
– aí amores, Amo vcs! Vcs deixam minha vida mais alegre!
– Tu bebeu?
– Tecnicamente não. Duas longs não contam… Mas só abri meu ❤ prazamiga
– hhihihi
– Coisa que nunca faço, but :p pra ti! Não posso nem ser sentimental. Tá bom, continuarei entrando quieta e saindo sem dar tchau.
–  Claro que pode…
– kkkkkkk
– Acho que a pergunta foi pelo conjunto da obra…
– vou ser sincera, to menstruada e sem marido para foder.
– hahahahaha. Essa é a amiga que eu conheço!!!
– siiiimmmm. Mas mesmo assim love you All
– hahahaha vou ser chata e sair sem dar tchau… 15 anos depois ela se dá conta (ou admite). Eu tava achando demais a declaração de amor!
– E ela sempre saia sem dar tchau? Nunca notei…
– Sempre saía na facul… Fora quando me ligava e desligava na cara
– hahahahaha
– Esquecia de despedir, acabava a pauta e pronto!
… 
– não consegui ocultar, mas tudo bem… deletei. Mas ela volta. : )
– q pena
– assim que tu mandar, eu obedeço!
– wwwoooowwwwwwwww hahahahaha
– Bah! Marty McFly chega hoje!!! Que fuso horário será que ele chega?
– Quem?
– Marty McFly! De Volta para o Futuro!
– Que isso?
– Tu não sabes o que é De volta para o futuro?
– Nunca ouvi falar.
– COMO ASSIM? COMO É QUE VIVEU A VIDA TODA ASSIM?
– Tá, mas Ferris tu sabes quem é?
– Não. Nem ideia.
– Como assim? Nunca viste Curtindo a Vida Adoidado?
– Não.
– Goonies?
– Não.
– Star Wars?
– Também não.
– Star Trek?
– Mas gente… Tu nunca viste sessão da tarde?
– Não. Só via esporte.
– Como viveu até hoje sem Goonies… Tô inconformada.
[conversa de grupo]
– A irmã do menino que ficou lá querendo me beijar. Nossa, o fulano… Esse eu beijava. Vc beijou ele? E o mocinho de camisa que eu achava que ele era gay e na hora ele foi embora e queria me beijar km ali eu tava bem ainda.
– Tu beijaste o fulano!
– Selinho
– Muito!
– Eu beijei ele?
– kkkkkk
– Não!
– Beijou sim!
– Eu não!
– O outro tb. A garota. Beijou siiiimmmm. E beijou muito.
– Cê tá zoando!
– haahhahahahahaah. Beijou. Eu até reclamei que beijou ele mais tempo que eu.
– beijei não!
– Louca.
– Vcs beijaram geral hein?
… 
[conversa de grupo]
– Eu to zuada, comi um dog na hora de ir embora e não me fez bem.
– Vc foi embora eu nem vi
– Tinha uma mina querendo me beijar e eu fui embora
– o dog né? A guria bebe um barril de 50L de cerveja e o dog faz mal.
– hahahaha o Dog, não pode misturar.
– Chegamos…
– Eu vou seguir para…
– Seguir nada, desce do carro, agora.
(…)
– Quem convidou esse guri hein?
– Você mandou eu sair do carro. Tô aqui.
– Mandei mesmo. kkkkkk 
(…)
– Tu tá meio elétrico hj né?
– Acho que foi o café… [só três xícaras…]
– Nunca mais te deixo tomar café. : )
… 
– Você tem esse osso aqui da costela muito bonito.
– ahn? Tá. 
… 
– Eu fiz a poesia e tu não leu, depois responde “legal”, para né. Te liga.
– Mas eu fiquei procurando, não achei. 😦 Você sabe que eu gosto de poesia.
[mostra a poesia e a foto, fica ver-me-lho, sorrindo]
– Nossa, que legal. Adorei. Adorei mesmo.
– então deixa de ser babaca. Só isso. Entendeu?
– Entendi, tá certa. Mas tem uma coisa se a poesia é pra mim tem que ter a palavra Tigo.
– tá bom. babaca.
… 
 – não pode entrar com mate
– tu que és mula pode
– tu és muito linfa 
– biólogas entenderão 
– é pq tu circula por tudo
– hahaha ao invés de dizer que é limão diz que é linfa. Ao invés de rodada diz que é linfa
– hahahahaha
– Lindo meu: teu presente tá te esperando 🙂
– Quando leio “tem presente te esperando” juro que preciso controlar meus pensamentos mais libidinosos
– HAHAAHHAAHAHAHAHAHAHAHAHAH
– Ah! Fazer o quê
– Pensamento é livre
– Funciona como uma frase senha, saca?
– Sim Senhor.
– AHAHHA. Sim, sim. Vamos tomar um café/conhaque/cerveja.
– Podes pensar o que quiseres, tá liberado 😉
… 
– foste na exposição que eu queria ir!
– kkkk tava boa hein? Vc só vem pra SP para beber!
– Eu??? Nada, tu que só me convida pra isso.

[conversa de grupo]
– Boa noite faladeiras. Rola um resumo?
– Boa noite! Resumo não. Rola sim, por favor.
– hahahahahahahhahhahaha
– hahahahahhahaahhhahah
– Sou muito magro prá oferecer o que deseja.
– hahahahahahahaha, Eu sei.

[conversa de grupo]
– É porque hoje somos amigos, sabe
– Somos?
– mas da vez que ele me deu um bolo, fiquei pensando dias pq ele me ignorou… Não somos? Nuss, vou até dormir depois dessa…
– Somos mais que amigos cara
– uoooooouuuuuuuuu
– Mané amigos, estamos além de amigos
 😦
– Senti meus dedos atorarem agora, Cortou os dedos dela fora, Que feio isso… Bah, que feio. Fiquei mal
– Atorei nem fodendo! Ela vai ver o abraço que vai ganhar
– Fiquei mal…
– Oha vc tá fazendo intriga! Pq eu amo ela.
– To chocada com tua insensibilidade. CHOCADA.
– Tá tudo bem, aprendi a não esperar muito; é apenas uma pena. mas tá de boa.
– aí acontece o q? Acreditamos que o cara é legal. Gente boa. Sensível. E pá! Aí abre o coração e ganha isso. “Não somos amigos”. 😡
– 😦
– Gente, vcs estão falando sério?
– Óbvio
– Para pessoal. Não foi nesse sentido
{você alterou o nome do grupo para “As desamigas do Fulano”}
– Amigas, vcs não estão falando sério né? Não foi nessa intenção né pessoal? Vamos retomar aqui? Vamos voltar? Não né gente? Não é verdade? 3 horas da manhã? Vamos se ajudar pq né? [mensagem de áudio]
11193313_893253460735003_6483936183072944508_n

E.S.C.R.E.V.E.

O vazio vem e se instala
Mas não traz consigo o silêncio…

Calar
Falar
Escrever
Escrever
Escrever
Remeter
O que fazer?

Os versos não me pertencem
Só habitam

E reverberam

E. S. C. R. E. V. E. 

  

Navegação de Posts

Caderninho de Ideias

Pra escrever o que eu acho sobre tudo que gosto!

TROVANDO ideias

TROVANDO ideias

cozinha pra machos

todo mundo pode cozinhar

Escreva Lola Escreva

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Ecce Medicus

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Blog do Sakamoto

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

%d blogueiros gostam disto: