Notas não aleatórias

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Sem moral, nem bom costume

e cada vez
que eu me encontrar assim
de novo e de novo
descreverei meu gostar
com a entrega habitual
sem silêncio
sem moral
nem bom costume
Gosto e pronto

Sempre tenha contigo
que minha vontade de ti(go)
é detalhe salivado
em verso e palavra
enquanto tu existires no [meu] corpo
como aquele hematoma [que anseio e espero]
como lembrança do sorriso [que teimo em insistir]
como querer – só querer [repetição do desejo, de novo]

[existência tem fim]

#SobreExistir

#SobreExistir

Navegação de Post Único

Uma opinião sobre “Sem moral, nem bom costume

  1. Pensando Palavras Ao Vento em disse:

    Republicou isso em Palavras ao Ventoe comentado:

    Seguindo a Retrospectiva 2015, ‘Sem moral nem bom costume’ é mais uma daquelas escritas em um grito silencioso de gostar. De um gostar que é existência [por enquanto].
    Existires de hematomas e sorrisos [hematomas que geram sorrisos…]
    ; )
    Mas existência, veja lá… pode ter fim.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

caderninhodeideias.wordpress.com/

Pra escrever o que eu acho sobre tudo que gosto!

TROVANDO ideias

TROVANDO ideias

cozinha pra machos

todo mundo pode cozinhar

Escreva Lola Escreva

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Ecce Medicus

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Blog do Sakamoto

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

%d blogueiros gostam disto: