Notas não aleatórias

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Vou deixar de ser…

vou desistir da vida de vadia, virar amélia do lar
limpar a poeira daquele velho sofá no coração
chamar o moço, aquele lá, bem vestido
emprego importante, automóvel do ano
que paga conta, abre a porta, é gentil
é polido e admira o recato da mocinha
moço de bem, marido honesto
lê jornal, na hora do café
elogia a janta, feita com esmero
enquanto pensa na sobremesa
dorme ruidosamente
enquanto a noite chega e a vida passa
[seculares segundos, até o amanhecer]
acorda logo cedo, junto com o sol
enquanto entedia a vida da esposinha

[suspiro]
não adianta!
sem sexo, sem nexo
não tem dia a dia
na tua poesia

deixa esse moço enfadonho, tu gostas mesmo é do turbilhão
deixa a conta na mesa – dividida na graça, na leveza, na risada
deixa o carro fechado – caminha na luz da lua, no frescor da rua
deixa o sofá rasgar – o conforto é de deitar no chão gelado e trombar em parede
deixa a janta esfriar – o bom mesmo é matar fome de pele, na mordida, sem pudor
deixa a noite chegar e o dia amanhecer – segundos existem para o suor, a saliva, o sabor
dormir?
só quando a exaustão se instalar, até o cansaço passar
dorme ruidosamente
enquanto o dia chega e a noite se esvai
acorda com o sorriso preguiçoso
com segundos que passam lentos,
só para sorrir de novo e a pele urrar por mais
enquanto a vida não sacia, vadia

[suspiro]
não adianta!
não tem vadia
sem poesia

9 copy

[sobre deixar de ser vadia: dia da mentira

Navegação de Post Único

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

caderninhodeideias.wordpress.com/

Pra escrever o que eu acho sobre tudo que gosto!

TROVANDO ideias

TROVANDO ideias

cozinha pra machos

todo mundo pode cozinhar

Escreva Lola Escreva

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Ecce Medicus

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Blog do Sakamoto

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

%d blogueiros gostam disto: