Notas não aleatórias

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Sê tua sede

Ele parece a toa
mas se denuncia no olhar atento
na sutileza dos movimentos
na miudeza das conversas
longe ou perto, parece a toa
sorri com bobagens (todo o tempo)
e embora se faça de malandro
(e prefira o termo vadio)
o desconforto do desconhecimento é evidente
minúcias de um garoto, muito ego
em um viver inseguro, sedento de vontade
de crescer e ser o que nele se vê: (in)sana ambição
8672515880_7b6dac4ed9_o

Navegação de Post Único

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Caderninho de Ideias

Pra escrever o que eu acho sobre tudo que gosto

TROVANDO ideias

TROVANDO ideias

cozinha pra machos

todo mundo pode cozinhar

Escreva Lola Escreva

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Ecce Medicus

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Blog do Sakamoto

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

%d blogueiros gostam disto: