Palavras ao Vento

penso, logo escrevo!

Arquivo para a tag “Solidão”

Sobre o amor e outras falsas verdades

Naturaliza o silêncio
Os passos do rubor
Da palavra mal dita
Do suor sem vontade
Do sim sem verdade
Insosso cotidiano
Costumeiro, acostumado
Invade a vida, senta na cadeira
E fica ali, acumulando: pó
E quando sai, sacode
Em cinco linhas, sem frases, sem fala, nem coragem
Se espanta com o sorriso do alívio, do outro
Depois da tempestade

Ardor intenso no sábado à tarde
Fome eterna sem saciedade
Maldita? Pele, barba, sorriso
Arranha, ri, morde, goza
G A R G A L H A
E nos dias cinzas, colore a vida
E sabe suportar, em silêncio ou aos brados
Intempéries de tristeza e sanidade
Ou instantes de voraz alegria
Deleita-se com a feliz conquista, do outro
Só pelo outro ser o outro,
E, simultaneamente, nós
Tempestade.

Sobre o Amor
Insano e fugaz, eterno
Espinho e Adverso
Desordeiro
Querer

E tu? Sai ou Fica?

Sobre o amor e seus espinhos (Trecho de pintura de Olga Costa, artista plástica alemã, nacionalizada Mexicana. Atualmente em exposição no Instituto Tomi Ohtake/SP - Frida Kahlo - conexões mulheres surrealistas no México)

Sobre o amor e seus espinhos
(Trecho de pintura de Olga Costa, artista plástica alemã, nacionalizada Mexicana. Atualmente em exposição no Instituto Tomi Ohtake/SP – Frida Kahlo – conexões mulheres surrealistas no México)

Solidão

Solidão é o nome do cão
que dorme sossegadamente,
as vezes suspira e, ruidosamente,
reafirma sua existência,
as vezes acorda faminto
e devora noites insones
#Solidão

#Solidão

Sólida

Sólida
Solidão 
Solidez
Solidária

Só lida
Só lido
Com pouco
O tempo todo

Se foi o inverno

Navegação de Posts

Caderninho de Ideias

Pra escrever o que eu acho sobre tudo que gosto!

TROVANDO ideias

TROVANDO ideias

cozinha pra machos

todo mundo pode cozinhar

Escreva Lola Escreva

penso, logo escrevo!

Ecce Medicus

penso, logo escrevo!

Blog do Sakamoto

penso, logo escrevo!

%d blogueiros gostam disto: