Notas não aleatórias

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Arquivo para a tag “Trabalho”

De ciência, bar e cervejas: a vida

E quem disse que é boa, certa, prudente?
E quem disse que é fácil, bonita, atraente?
E quem disse que é séria, simples, não reticente?

A vida, meu caro, é feita de tropeços e atropelos
Rotinas descabidas, horários descompassados
Um cotidiano que se faz e se desfaz, todo o tempo
Para, ao fim e ao cabo, olharmos para trás e falarmos:

Lembra aquele dia?
Que o bar apostou as fichas
Entre risadas e cervejas
Rodadas científicas
pairavam no ar!

13243982_1097565543637126_5024229821678229541_o

Um Brinde à Ciência!!! #pintofscience #pintbr #pintofsciencebrasil #pint2016 

 

Somos desses…

<Miudezas…
Eu gosto de miudezas…
uns detalhes perdidos quando caminhamos pela rua
uma folha contorcida, uma brisa que anuncia a chuva
o tal do grilo que insiste em cantar,
ou a entonação das cigarras?
todas barulhando juntas no mês que virá

Ou então, saber – sem conseguir enxergar
aquilo que nos que compõe…
os fins… carboxilas ou aminas.
ou o que tem no meio (meio?)
trifosfatos, piruvatos, malatos
O X A L A C E T A T O S
fazendo ciclos, criando possibilidades

Já te falei?
Faço parte de um conjunto que é mais… Nós somos mais!
Somos mais do que nomeações com idiomas póstumos
feições amalucadas em aventais e óculos em laboratórios
cabelos desgrenhados em roupas surradas no meio do mato

Somos habitantes de um planeta que gira em torno de si,
Somos peculiares, temos gostos definidos…
Somos desses seres que ocupam nichos diversos
Que sorriem ao sentar em uma mesa de bar,
pedem cerveja (ou água, ou café…) e falam em uma linguagem estranha e particular
Somos desses que ficam ali sentados, falando por horas e horas de acontecimentos
(os quais chamamos fenômenos) cotidianos e banais
Somos desses que vibram à menor indicação de trilhas longas
mesmo sabendo dos zumbidos de mutucas e pernilongos
Somos desses que se sentem em casa ao falar de sinapses,
esclerênquimas, trilobitas, uracilas, metilalaninas
Mas arrepiam ao escutar a pergunta:
Tu que és biólogo, me responde uma coisa?

#diadabiologo 3 de setembro

#diadobiologo
3 de setembro

Sobre Amor, Samba e Enantiômeros

Entre um café e outro café
Lia, rabiscava no caderno
suas palavras difíceis
Parecia inteligente
Usando aquelas proparoxítonas…

Enantiômero

Racêmicas

Dextrógiros

Levógiros

E ela?
Perdia o sono,
entre um café e outro café
E se perguntava…
Adianta ter muito sono de manhã,
quando não fazemos samba,
[nem amor]
até mais tarde?

Vem aqui que te explico...

Vem aqui que te explico…

#Socorro #EssaQuímicaQueNãoAcaba

#Socorro
#EssaQuímicaQueNãoAcaba

Navegação de Posts

Caderninho de Ideias

Pra escrever o que eu acho sobre tudo que gosto!

TROVANDO ideias

TROVANDO ideias

cozinha pra machos

todo mundo pode cozinhar

Escreva Lola Escreva

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Ecce Medicus

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

Blog do Sakamoto

[o acaso da vida existe, a aleatoriedade da escrita: jamais!]

%d blogueiros gostam disto: